27/05/2016

Entrevista com o Cosplayer:: Sailor Mars

Oi gente! Tudo bem com vocês?

Hoje vou repostar esta entrevista que teve muitos comentários positivos. É com uma cosplayer, a lindona entrevistada é minha amiga Daniele! :D :D <3

O cosplay da vez é a Sailor Mars de Sailor Moon. Claro que vai ter foto da Dani para vocês verem como ela caprichou e arrasou!!

Vamos conferir?!






Primeiro de tudo uma breve explicação do que é cosplay: termo em inglês, formado pela junção das palavras costume (fantasia) e roleplay (brincadeira ou interpretação).
Um cosplay pode estar relacionado com personagens de games, animes, mangás, seriados, filmes, enfim o que os cosplayers (pessoas que fazem o cosplay) são fãs. Além da fantasia, muitos usam da interpretação do personagem. Normalmente quem gosta acaba trazendo como um hobby para a sua vida e participa de apresentações, rolando até campeonatos e prêmios. Há também os cosplayers profissionais que seriam modelos, participando de eventos que envolvem está cultura, podendo assim dizer que trabalham com isso.

Sabendo disso, vamos para uma breve explicação do anime/mangá que inspirou minha amiga e, claro, a personagem.



Sailor Moon surgiu inicialmente como uma série em mangá criada por Naoko Takeuchi, publicada na revista Nakayoshi, através da editora Kodansha, no Japão, com início em fevereiro de 1992, consistindo num total de 18 volumes, que foram publicadas até 1997. O anime é dividido em seis séries sendo:

  • Pretty Soldier Sailor Moon - 1992-1993 - 46 episódios
  • Pretty Soldier Sailor Moon R - 1993 - 1994 - 43 episódios
  • Pretty Soldier Sailor Moon S - 1994-1995 - 38 episódios
  • Pretty Soldier Sailor Moon SuperS - 1995-1996 - 39 episódios
  • Pretty Soldier Sailor Moon: Sailor Stars - 1996-1997-34 episódios
  • Pretty Guardian Sailor Moon Crystal - 2014 - 2015 - 26 episódios (mais recente)


A história gira em torno de defensoras renascidas de um reino que está ameaçado novamente pelas forças do mal. As personagens principais — as Sailor Senshi — são adolescentes que podem se transformar em heroínas representando a Lua e os planetas.Os elementos de fantasia da série são fortemente simbólicos e, muitas vezes, baseados na mitologia e astrologia. 

Sobre a personagem: 



Hino Rei (Sailor Mars)  é uma garota de forte personalidade. É bela, bem-educada e uma boa aluna. Ela é muito popular e admirada. Mora e trabalha como miko (sacerdotisa) do templo de sua família, o Templo Hikawa. Ela vive ali com seu avô, que é um homem poderoso e muito brincalhão. O templo é famoso por seus amuletos de boa sorte, mas muitas pessoas o julgam mal por causa do avô de Rei. Rei não mora com seus pais. Sua mãe morreu quando era pequena e seu pai, um famoso político, tinha preconceito de seus poderes, deixando-a isolada no Templo Hikawa, para Rei, isso era o mesmo que ser abandonada e por isso criou uma enorme aversão a homens. Por ser uma sacerdotisa, ela é uma pessoa incomum, acorda muito cedo para meditar, por exemplo, e cumprir outras de suas funções como tal, além disso, possui poderes espirituais. Ela é devota ao Deus do fogo, Shinto, que lhe mostra visões de acontecimentos futuros. O nome Japonês Hino Rei significa "Espírito de fogo" ou "Alma de fogo".


Após estas breves explicações, vamos a entrevista!!



1. Por que você escolheu este personagem?

A Rei (a menina por trás da Mars) é extremamente perfeccionista, romântica e teimosa, traços que eu observo claramente em mim. Foi quase amor a primeira vista.

2. Qual foi o motivo que fez você se interessar a começar a fazer cosplay?

Cultura japonesa e eventos são coisas que carrego comigo desde muito pequena. Animação, jogos, música, tudo. Cosplay esta muito ligado a tudo isso, e era sempre a parte que mais me fascinavam. Eram pessoas dando vida e interpretando personagens 2D, era simplesmente demais. Pensava “preciso fazer isso”.

3. Quando você começou a fazer cosplay o que seus pais e amigos acharam disso?

Como o meu primeiro cos foi com uma idade mais avançada, no começo a família achou que era algo muito infantil, alguns disseram que era gasto de dinheiro, mas os amigos (e mais tarde a família) apoiaram 100%.


4. Defina o que personagem significa para você.

Os personagens que eu escolho geralmente são aqueles que estabelecem um conexão comigo. Eu sei, todo mundo sabe, que eles não existem mas é algo tão especial e estranho!

5. Qual a maior dificuldade que você encontra para a confecção dos cosplays?

No Brasil nós sofremos um pouco, sem sombra de dúvida. Muitos acessórios e materiais são importados e não temos como fugir de preços altíssimos em função de moeda, fretes caros, taxas de importação e demora nos serviços de transporte e entrega.

6. Como foi a sensação de ir a um evento usando seu primeiro cosplay?

Não da nem para colocar em palavras. Para mim foi como um sonho sendo realizado depois de tantos anos. Claro que a gente fica nervosa, pensando se não vai dar nada errado como uma peruca embolar ou uma roupa descosturar, fica pensando se as pessoas vão reconhecer e gostar da sua caracterização, mas funcionou melhor que o esperado, muitas fotos, muitos elogios e, claro, muita diversão.



7. Você se preocupa com os preços na hora de montar, ou é "tudo em nome da fidelidade" não importando o preço?

Isso vai muito de cada cosplayer. Você pode ter um orçamento mais baixo, ser criativo e utilizar seus próprios materiais e confeccionar sua própria roupa que vai ser um cosplay igualmente incrível. Mas, particularmente falando, prefiro investir um pouco mais (também não absurdamente) e ficar o mais perfeito e com qualidade possível. Faz parte da minha personalidade, na vida normal também é assim.



8. Você escolheu a Mars por que também tem uma personalidade forte? 

Exatamente, eu acho ela única. Teimosa, explosiva como o fogo, madura e ao mesmo tempo bobona, romântica e meio “mãezona”, me sinto muito assim.

9. O que você achou de Sailor Moon Crystal?

Um legado tão grande quanto Sailor Moon merecia sim um tributo incrível. Achei a adaptação dos arcos boa porque segue os moldes dos animes atuais sem perder as particularidades do anime original. Só senti falta de algumas características das personagens que foram tiradas e alguma pontinha de saudade das personagens mais “encorpadas”, aquele traço mais marcante da Naoko Takeuchi.

10. Para finalizar, tem algum conselho para aqueles que estão planejando começar?

Tenha sempre apoio das pessoas que você gosta e pesquise sobre o assunto, pergunte e não se acanhe se tiver dúvidas e precisar de ajuda.  Mas acho que o mais importante é nunca se importar com “barreiras” como cor, peso, idade, situação econômica, sexo etc. Cosplay não tem a ver com isso, tem a ver com diversão, com autossuficiência e alegria. E já deixo bem avisado que depois do primeiro é difícil parar!



Espero que tenham gostado ^^  já está na minha lista para assistir e quem sabe ler.

Abraços ;*

P.s.: as questões a maioria tirei de um site de entrevistas com cosplayers (não sou muito criativa com perguntas) rsrsrs

Nenhum comentário:

Postar um comentário