04/07/2016

Dossiê Bridget Jones



Olá meus amados e minhas amadas tudo bom?!


Hoje como podem perceber nosso post é dedicado a mulher mais confusa e querida de todos os tempos... Bridget Jones!
Como devem perceber sou fã inconteste de Jones e mediante o lançamento do novo filme “O Bebê de Bridget Jones” me senti na obrigação de criar o dossiê com base nos livros e nos filmes elaborados com base na senhorita Bridget.
Vamos começar na origem de tudo O Diário de Bridget Jones
Primeiro preciso dizer que o livro dá de dez a zero no filme por conter mais detalhes de uma mulher cheia de dilemas e inseguranças (super me identifico com isso) que busca sucesso profissional e amoroso e que é extremamente atrapalhada!
O filme conta com um ponto, ou melhor dois pontos fantásticos: Colin Firth e Hugh Grant. Que mulher não ficaria em dúvidas com esses dois exemplares de beleza a sua disposição?! E devo admitir que Renee Zellweger segurou muito bem o papel que lhe foi dado, entretanto, acredito que o filme me desapontou por não ter tantos detalhes sobre Bridget como o livro tem. Poderia ter sido melhor.

Então vem o segundo livro “Bridget Jones No Limite da Razão” que poderia ter sido um livro um pouco melhor, acho que nesse Helen Fielding, criadora da Jones se perdeu um pouco e o livro foi muito parecido com o anterior, o que deu a “liberdade” de criarem mais no filme.
E mais uma vez tivemos um filme que foi bom, principalmente pelos colírios dos dois atores e pela interpretação de Zellweger. Confesso que as disputas pelo coração da moça sempre me encantaram muito!
E então vem o último livro: “Bridget Jones: Louca pelo Garoto”. Confesso que esse livro ainda não li esse livro ( mas está aqui aguardando sua vez) mas pelos spoillers que vi trará uma Jones muito diferente.
De acordo com o site do G1:

“A solteira londrina por excelência, Bridget Jones, está de volta após 14 anos de ausência em um novo livro, agora na condição de uma viúva com dois filhos, mas com os mesmos problemas de sempre com os homens. A autora Helen Fielding já soltou a bomba sobre a morte de Mark Darcy, o charmoso marido da atrapalhada jornalista que ajudou a transformar em sucesso os dois livros anteriores, com 15 milhões de exemplares vendidos em 40 países.
"Mad About The Boy" ("Louca pelo Garoto") transcorre cinco anos após sua morte, quando Bridget se lança ao mundo dos encontros como mãe, lutando com as novas tecnologias - mensagens de texto, twitter - e lidando com um namorado 20 anos mais jovem. Sua necessidade compulsiva de fazer listas ainda existe, mas suas dietas agora são arruinadas pelos restos de comida deixados pelas crianças, chega tarde à escola, em vez de ao trabalho, e o desejo de beber e fumar atrapalha sua esperança de se tornar a mãe perfeita.”

Bom vamos lá... COMO ASSIM ELA MATA O MARK DARCY?!!!! Fiquei chateada com isso. Ele é o Lord que sempre desejei em minha vida e a autora simplesmente o mata?! ( NÃÃÃÃO!!). Muito fãs não gostaram desse desfecho para a história e ficaram chateados com a escritora.
E vem o filme... Bom se o filme traz a Jones grávida ele seria um meio termo entre o segundo e o terceiro livro?! Confuso isso, mas intrigante.
O novo filme trará no lugar de Hugh Grant outro homem maravilhoso Patrick Dempsey de "Grey's Anatomy" além de trazer um dos cantores mais românticos da atualidade Ed Sheeran (muito amor)!
O Longa com data prevista de estreia para setembro de 2016 trará Jones em mais um dilema:  gravidez e ela não sabe quem é o responsável por isso. Antes ela não sabia quem era seu grande amor, agora ela não sabe quem é o pai de seu filho. Realmente Bridget Jones continua atrapalhada!
Se seguir a saga de sempre o filme trará muitos clichês românticos e uma trilha sonora muito, mas muito mamão com açúcar, fato esse que me agrada bastante a princípio.
Um trailer oficial já circula e spoilers também, entre eles a suposta traição de Marc Darcy (espero que realmente seja suposta). Confira o trailer mais recente:

 

E você? Faça sua aposta  #comcertezadarcy ou #totalmentejack fica ai uma dúvida e um debate!

Um beijo e até o próximo dossiê

Nenhum comentário:

Postar um comentário