04/11/2016

Resenha: Deixe-me Entrar - Letícia Godoy



Título:
 Deixe-me Entrar
Autor: Letícia Godoy
Editora: Arwen
Páginas: 320
Gênero: Romance / Ficção
Onde comprar: Arwen Store
Sinopse: Julianne Ipswich cresceu confinada no internato Le Rosey, afastada de sua família com o pretexto de receber uma educação de qualidade. Este fato sempre a incomodou e o maior desejo de Julianne era descobrir a verdade para que a família tenha a afastado, uma vez que não ficou convencida de que a preocupação com os seus estudos seria o único motivo.
Ao completar 15 anos, ela retorna para Stone Forest, a cidade de seus pais, e, aos poucos, acaba descobrindo mais do que gostaria de saber.
Cercada por muito mais perigos e desafios do que ela jamais pôde imaginar que surgiriam em sua vida, Julianne precisará desvendar os mistérios de seu passado e preparar-se para os desafios do futuro rapidamente se quiser sobreviver. As vozes se misturam, os olhos sedentos nunca param de espreitar e o perigo está onde ela menos imagina. Será que Julianne conseguirá enfrentar tudo isso?



Oi pessoas, tudo bem?
Hoje vou fazer uma resenha curtinha do livro que recebi da parceira Editora Arwen: Deixe-me Entrar! 

Deixe-me Entrar é uma história que trás o mundo vampiresco até nós, com divisões de clãs e nomes importantes dentro dos mesmos. Os clãs possuem desavenças entre si e no meio disso encontramos Julianne Ipswich, uma humana. 

Somos apresentados no começo do livro em uma parte do passado, mais precisamente em 1462, onde bruxas estavam sendo queimadas pela santa ordem. No meio disso um casal, Jeanne e Gerard, se despedem e prometem se encontrar no futuro, quando ela reencarnar em um novo corpo.
 - Jeanne, eu não conseguirei existir sem ti! É a razão de eu ser o que sou atualmente. Antes de ti tudo era escuro e vazio! Sentia-me imensamente solitário! 

Depois desta narrativa somos trazidos para o século XXI, onde conhecemos Julianne que fora mantida em um internato por 15 anos, até finalmente poder voltar para o seu lar em Stone Forest
O que ela não esperava é descobrir que estava cercada por seres da noite, tanto bons quanto maus, além disso sua família esconde um segredo... 

A estória é narrada em terceira pessoa, com vários detalhes, inclusive notei algumas referências, por exemplo, à Saga Crepúsculo. 



É uma história bem fantasiosa e te faz pensar e criar os personagens claramente na cabeça, a escrita é tranquila e é um livro, apesar de ter bastante páginas, rápido de ler. Os personagens possuem características especificas, o que nos é passado com clareza, fazendo-nos dar asas a nossa imaginação.
Gerard, por exemplo, é o típico galã: sedutor e sombrio e, claro, Julianne se apaixona por ele. 

O sangue das novas gerações fazia meu velho corpo estremecer. O medo, a audácia, tudo podia ser encontrado dentro daqueles jovens valentes que transitavam por aquele beco tão tarde da noite... 
Este é o primeiro volume da série, o segundo volume já está para lançar e vou mostrar a prévia da capa para vocês: Deixe-me Ver 


No primeiro volume o que eu não gostei foi a protagonista, exatamente, eu não simpatizei com Julianne, achei ela muito mimada. Porém, quero ler a continuação para saber o que acontece. 

Sobre a autora: 


Letícia Godoy nasceu em 13 de fevereiro de 1994, na cidade de Curitiba, no Paraná. Cresceu em Siqueira Campos, onde descobriu, sentada sob as sombras da casa onde morava, o gosto pela leitura. Aprendeu a ler e escrever aos quatro anos de idade, tendo como primeira professora sua mãe, e aos 8 anos começou a escrever seus primeiros contos em restos de cadernos escolares. Desde então, nunca mais parou. Aos 18 anos, publicou três contos na antologia intitulada Pontos da Vida, sua primeira aventura no ramo da literatura. 


Gostei da leitura e indico, apesar de não ter gostado da protagonista hehe 

Beijos ;* 

Nenhum comentário:

Postar um comentário