16/01/2017

Resenha: Armadilha - Melanie Raabe


Título: Armadilha
Autor: Melanie Raabe
Editora: Jangada
Páginas: 304
Onde comprar: LOJAS QUE VENDE O LIVRO
Sinopse: Linda, uma escritora best-seller, vive reclusa em sua casa à beira de um lago desde o assassinato de sua irmã mais nova há doze anos. O assassino nunca foi pego, mas Linda o viu de relance, e agora ela acaba de reconhecer seu rosto na TV. Ele é Victor, um brilhante jornalista. Pensando numa saída para pegá-lo, ela escreve um best-seller baseado no assassinato da irmã e concorda em conceder uma única entrevista à imprensa, em sua casa, para Victor. A partir daí tem início um embate perturbador. Cheio de reviravoltas, tensão e terror psicológico.



Resenha
Eu sei que você matou minha irmã. Eu escrevi esse livro para você.

Armadilha é o romance de estreia de Melanie Raabe e a novata não poderia ter um começo melhor. Fãs de thrillers como os da Gillian Flynn vão adorá-la.

Melanie escreve toda a narrativa em primeira pessoa, contando a história do ponto de vista da traumatizada Linda, que após ver sua irmã assassinada, não consegue mais ter uma vida social normal. Seu maior desejo é entender o porquê do que aconteceu e vingar sua irmã. Ela reconheceu o assassino na TV e a partir daí Linda usa de sua criatividade como arma para atrair o algoz de sua vida para uma armadilha.

A narrativa já começa tensa. Existem descrições da vida que Linda leva presa em sua casa. Há todo um trabalho de reconhecimento do ambiente que faz a história tornar-se mais real para o leitor. Foi uma ótima jogada. Não é uma passagem desnecessária ou desimportante. São descrições válidas que nos fazem imergir nas situações e realmente sentir todo o pavor, a raiva e a tristeza de Linda.

 Não demora muito para as coisas se tornarem mais pesadas e você sente meio carregado por todas aquelas cenas e explicações. A autora vai jogando aqui e ali os indícios e provas sobre o assassino e o assassinato. Nada fica muito na cara, os diálogos são envolventes e você não consegue largar o livro até saber onde aquilo vai dar. Outra coisa muito boa sobre a história é que se passa na Alemanha. A autora é alemã e tal e ambientou sua história em sua terra. Uma mudança de ares sempre dá certo. Histórias nos EUA  (Nova York, Ohio, Califórnia e blablabla) já são inúmeras.

A trama é muito bem concluída, sem clichês, uma grande reviravolta e no final não há sentimento de alívio. Apenas aquela sensação enervante de quando sabemos que acabamos de ler uma boa história.

Em suma: fiquei muito feliz por ter escolhido este livro dentre os lançamentos da Jangada. Eu estou numa onda de curtir suspenses e este com certeza entra na lista dos TOP 5 lidos. O livro tem tudo que um thriller precisa ter para ser interessante e não se parece com nada do que eu já tenha lido. E, vocês sabem, dentro desse mar de livros que saem tentando imitar histórias já consagradas, é refrescante ler algo diferente. Melanie Raabe ampliou minha experiência como leitora. 


P.S.: O livro venceu o prêmio
Stuttgarter Krimipreis de melhor romance de estreia do ano na categoria crimes. Os direitos de adaptação cinematográfica já foram comprados pela Tristar Pictures.


Resenha originalmente postada no Retrô Books.

13 comentários:

  1. Eu fiquei tão curiosa para saber o que aconteceu depois que ela marca a entrevista. Tu não faz ideia do quanto aguçou minha curiosidade.
    O livro parece mara e eu certamente vou atrás para saber mais.
    Parabéns pela resenha.
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom *-* É realmente um livro bem interessante.

      Excluir
  2. Ah, esse livro já está na minha lista de leituras desde seu lançamento, sou viciada em thrillers e você ao comparar com a Gillyan Flynn me conquistou mais ainda pois ela é uma das minhas autoras favoritas do gênero.

    ResponderExcluir
  3. confesso que minha curiosidade acordou ao ler a sinopse e me perguntar o que aconteceu nesse encontro e o porquê da morte da irmã.. mas sou extremamente medrosa e se leio um livro assim fico sem dormir meia vida. vou ver se alguém lê e me conta o que aconteceu kkkkkkk

    ResponderExcluir
  4. OOi!
    Não conhecia o livro, mas OBRIGADAAA por ter feito a resenha assim o conheci e agoa não vejo a hora de lê-lo. Ameei a premissa, a história parece ser muito original e o enredo muito envolvente. Dica mais que anotada, inclusive acabo de colocar entre os Desejados no Skoob.
    Beijoos!

    ResponderExcluir
  5. Oi, tudo bem?
    Thrillers não fazem muito meu gênero, mas o livro tem uma premissa bem interessante, e acho que eu leria se tivesse oportunidade.
    Bjs

    ResponderExcluir
  6. E pelo que vi na resenha não foi por acaso que o livro foi premiado a vai virar filme. Parece ter um ótimo enredo. Vou anotar a dica.
    Bjs

    ResponderExcluir
  7. Olá, tudo bem? Não conhecia a autora e obra, e achei a premissa interessante. Mas confesso que não sou fã de thriller (tenho mega medo) e acho que isso seria um empecilho grande para realizar a leitura. Quem sabe num futuro?
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Eu li esse livro no ano passado e ele entrou para o meu top 10 de melhores leituras. Gostei da sua resenha e de saber sua opinião sobre a sua obra.

    ResponderExcluir
  9. Eu amo Gillian Flynn, então se parece com os romances delas. já quero. A premissa é interessante. e pela sua resenha parece bem envolvente. Vou colocar na minha lista.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  10. Olá! Eu não conhecia o livro, mas capa me deixou apreensiva, se a história for assim,
    acredito que valha a leitura. Porém de momento não leria, no entanto ficarei de olho neste título.


    By Patty (Viagens de Papel)

    ResponderExcluir
  11. Olá! Estou curiosa para ler esse livro, parece ser muito bom.
    Ótima sua resenha, bem direta! sucesso com o blog!
    super bjoooooo

    ResponderExcluir
  12. Uou!
    Bem tenso esse livro.
    Fiquei bem curiosa pra saber o que é que vai rolar nesse encontro e pra saber se a vingança dela vai partir pra algo físico.
    Adorei a dica de leitura, obrigada!

    Beijinhos da Mady.

    ResponderExcluir