02/04/2017

Série: 13 Reasons Why (Os 13 Porquês)

A nova série produzida pela Netflix 13 Reasons Why é uma adaptação do livro "Os 13 Porquês" do autor americano Jay Asher. Eu fiz a leitura desse livro em 2011 e as especulação sobre uma adaptação para o cinema com a participação da atriz Selena Gomez no elenco surgiram nessa mesma época, o que para mim foi maravilhoso já que amei "Os 13 Porquês". Entretanto, o que antes seria um filme se transformou em uma série e no lugar de protagonizar essa estória, Selena Gomez desempenhou o papel de produtora executiva, o que deu muito certo. Se você tem alguma dúvida sobre essa série eu vou te dá alguns "porquês" para que você não só assista, mas para que compartilhe com outras pessoas, afinal 13 Reasons Why tem uma discussão que nunca deve morrer.



Assim como em "Os 13 Porquês", a série 13 Reasons Why inicia com a noticia de que uma estudante de ensino médio chamada Hannah Baker cometeu suicídio causando serias mudanças na vida de alguns estudantes que ela responsabiliza pela sua morte. O protagonista é Clay Jensen, ele é uma das razões para o suicídio de  Hannah, assim como outras doze pessoas citadas por ela em 7 fitas gravadas antes de sua morte.  Apesar de não parecer essa é a sinopse de 13 Reasons Why sem spoilers, o desenvolvimento da estória não está em fazer com que o espectador torça para que Hannah consiga superar todos os seus problemas, nós já sabemos que ela não conseguiu, nos resta portanto entender o porquê de ela ter chegado a esse ponto.

Uma das razões para eu ter gostado de 13 Reasons Why é que ele não tenta suavizar as cenas de violência, elas são longas, explicitas e difíceis de assistir, fazendo com que o sofrimento sofrido  pelos personagens não sejam minimizados para o bem-estar de quem está assistido.


Os maiores acertos da série se encontram no roteiro que irá agradar tanto aos fãs do livro quanto ao público novo. Além de conter um desenvolvimento fiel ao romance de Jay Ashe, a série se destaca ao aprofundar personagens secundários e explorar diferentes pontos de vista, o que não acontece no livro "Os 13 Porquês". Hannah ainda é a voz que nos guia nessa jornada, mas será o espirito conflitante de Clay que levará o telespectador a conhecer melhor a vida, as famílias e as casas daqueles que foram responsáveis pela morte dela - conhece-los melhor não os desculpabilizam, mas agora podemos compreende-los de uma forma mais humana. Outro núcleo que é bem explorado pela série é relacionado aos pais de Hannah que ao responsabilizar a escola pelo suicídio da filha tentam entender quais foram todas as razões que à levaram a cometer esse ato.

A maioria dos atores são rostos novos, com atuações consistentes e bem dirigidas, o meu destaque vai para Dylan Minnette (Clay) pelas cenas que exigiram uma performasse mais dramática, Katherine Langford (Hannah) pela sutileza de sua interpretação durante as várias mudanças sofridas pela personagem durante a série e a Kate Walsh que interpretou todo o sofrimento de uma mãe em luto procurando desesperadamente uma resposta, foram nas cenas que ela estava presente que os meus olhos ficaram mais úmidos.

O final de 13 Reasons Why foi para mim coerente com a narrativa, porém não superou todas as expectativas acumuladas pelos episódios anteriores. A resolução toma um caminho bem diferente do livro, o que eu achei ótimo, entretanto nas últimas cenas a impressão que eu tive foi de que o roteirista estava sem muita criatividade e escreveu o final mais clichê de filmes para a adolescentes que você conhece. Apesar do balde água fria do final eu não descarto a experiencia incrível que foi toda a série para mim - a discussão trazida não é fácil de diferir, tampouco é fácil de dialogar com as pessoas a sua volta, mas ela é necessária para que pessoas que passam pelas mesmas situações desses personagens não se calem e procurem ajuda. Então, se estiverem prontos apertem o play.


2 comentários:

  1. Eu to querendo muito ver essa série, mas confesso que as pessoas flodando a timeline falando dela tem me feito perder a vontade. Foi o mesmo com Stranger Things... :(

    Att.,
    Eduarda Henker
    Queria Estar Lendo

    ResponderExcluir