13/05/2017

Resenha: A Aposta - Rachel Van Dyken



Título:
A Aposta #1
Autor: Rachel Van Dyken)
Editora: Suma de Letras
Páginas: 288
Onde comprar: Saraiva
Sinopse: Kacey deveria ter fugido assim que ouviu essas palavras do milionário Jake Titus. O amigo de infância que Kacey não via há anos é hoje um dos homens mais poderosos e cobiçados de Seattle. E ele precisa de um favor dela: que ela finja ser sua noiva em uma viagem para visitar a avó Nadine, que está muito doente. Kacey aceita sem hesitar, afinal, o que poderia acontecer em apenas quatro dias? Mas o que ela não esperava era reencontrar Travis, o irmão mais velho de Jake, Quando mais novo, ele adorava perturbar Kacey: já incendiou uma boneca, colocou uma cobra em seu saco de dormir. Por isso, recebeu dela o apelido de “Satã”. Mas depois de tantos anos, Kacey se vê diante de um homem lindo, por quem se apaixona no momento em que vê o seu sorriso. O que ela não sabe, no entanto, é que os dois irmãos haviam feito uma aposta quando eram meninos: quem se casasse com Kacey receberia um milhão de dólares. Em “A Aposta”, da autora best-seller do New York Times Rachel Van Dyken, Kacey terá que descobrir qual dos irmãos é o cara certo e fazer sua escolha. Essa é a única certeza que lhe resta.

Resenha

‘’Quantas pessoas poderiam dizer isso de fato? Que, pela vida toda, a única pessoa com quem queriam passar a eternidade nunca havia mudado nem hesitado. Ela. Sempre fora ela. E ele ia lhe mostrar o quanto a amava.’’


Gente, que livro mais gostoso! 


Faz muito tempo que eu não dou moral a um livro de romance, especialmente um que tenha um triângulo amoroso. Quando li a sinopse, me interessei para ler já sabendo que tinha a possibilidade de ser um livro leve e divertido de ler, mas ele muito mais que superou minhas expectativas. E não tem quase nada a ver com a sinopse '-' Li o livro em menos de três dias.  Fiquei completamente viciada pela história de Kacey Jacobs, Travis e Jake Titus.

Basicamente, o enredo desenrola-se com Jake, ex-melhor amiga de Kacey, fazendo uma proposta bastante descabida diante de uma história complicada entre os dois: casar-se com ele para que a família e especialmente a avó, ficassem satisfeitos. E então, Kacey vê-se sendo levada de volta à cidade de onde fugiu de todas as lembranças dolorosas que tinha. E principalmente com medo de reencontrar O Pestinha, Travis Titus, irmão mais velho de Jake, o cara que quando criança fez Kacey comer o pão que o diabo amassou.

É uma trama bem simples, mas extremamente bem feita. As relações dos personagens são muito críveis, por causa de seus passados nos quais eram bem próximos. Na verdade, são até bem bonitos e admiráveis, como o amor da vovó Nadine pela Kacey. Muitas vezes eu achei que ela era sangue do mesmo sangue deles, devido ao cuidado que toda a família demonstra com ela.

Van Dyken conseguiu criar uma história com elementos clichês que é totalmente não clichê. Apesar dos caras lindos e ricos, eles tem personalidades bastante diferentes e preciso exaltar Travis como um mocinho que foge do clichê. Ele é tão amável *-* Com intenções puras e sempre mal interpretado.

‘’Em defesa dela, Kacey sempre tinha visto Jake com bons olhos. Enquanto isso, Travis, com sua gagueira, era o irmão mais velho malvado enviado para destruir o mundo com uma puxada de cabelo de cada vez.’’


É um livro de romance e que gira em torno do casal principal + triângulo - e isso é uma coisa que me irrita muito, o que não aconteceu aqui - mas que consegue ser original e nos fazer crer na história e envolvimento deles. Não ficamos com aquela sensação de ''mas de onde isso veio?'' E passamos o livro inteiro esperando que eles fiquem juntos. O coração acelera, a gente roe unha, fica angustiado e torce feito loucas para ver as cenas deles juntos. E sem apelo sexual!

Sobre a capa: Muito Nicholas Sparks e os modelos não tem nada a ver com a descrição do livro. Meio genérico demais, mas adorei a fonte do título.
Enfim, eu simplesmente amei o livro. Nunca mais tinha gostado taaaanto de um romance água-com-açúcar. Às vezes a gente precisa de alguma coisa que adoce nossa vida, e A Aposta é uma dessas coisas.


Em breve sairá resenha de O Desafio.

15 comentários:

  1. Gostei da sua resenha, parece-me um livro bem interessante. :)
    Fiquei curiosa.
    http://livrosepapel.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  2. Eu também não gosto muito de triângulo mas sei que esse livro eu vou amar. Eu li o segundo volume e adorei, agora preciso muito desse, aliás, de toda a série. Achei a sua resenha bem sincera e gostei de saber a sua opinião.

    ResponderExcluir
  3. Eu nunca leria esse livro se não tivesse lido seu post, achei que era um romance muito Nicholas Sparks. Agora fiquei com vontade de ler, amei a sinopse. Como a capa errada engana!m
    Beijos
    Mari
    www.pequenosretalhos.com

    ResponderExcluir
  4. OIe,
    É muito bom ver o quanto você amou o livro. Infelizmente eu não sou muito fã de romances e detesto triângulos amorosos. Mesmo você dizendo que esse não é um triângulo irritante, eu acho que vou deixar a dica passar.
    Beijos
    Blog Relicário de Papel

    ResponderExcluir
  5. Achei sua resenha bem honesta. Não faz a minha cabeça o livro. Acho que romances necessitam de um tempero a mais que os velhos clichês literários. Contudo, vale a espiadinha, né?

    ResponderExcluir
  6. Eu vi esse livro em uma super promoção em uma livraria ha algum tempo atrás e não sei muita atenção. Agora você fez eu me arrepender :(
    Só resta esperar por outra agora, né?
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. ‘E não tem quase nada a ver com a sinopse’ isso muito me anima, pois não aguento esses livros em que a sinopse revela muito a ponto de não precisarmos mais ler a obra. Às vezes, tramas simples são bem construídas, depende de quem escreve e de quem ler. é a relação dialógica que dirá muito sobre a obra. E concordo, triângulos amorosos já estão irritantes.

    ResponderExcluir
  8. Oiee, li o livro e achei bem divertido, nem tanto pelo casal, mas sim pela Vó Nadine que é uma coisa de outro mundo, o romance é bem leve, mas dei altas gargalhadas!

    Bjs

    ResponderExcluir
  9. Olá, tudo bem? Primeira preciso dizer que na minha cabeça a Suma de letras basicamente publicava livros de terror e suspense, acho que por ser o gênero que mais tenho em minha estante deles. Fiquei muito feliz por poder conhecer esta obra, pois desconhecia a autora e o mesmo, e parece ter um potencial muito bom. Adicionei aqui na minha listinha de desejados, espero poder realizar a leitura em breve. Muito obrigada pela dica!

    Beijos,
    www.paginasincriveis.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Eu li essa série já tem um tempinho e gostei bastante, sem dúvidas de todos os personagens a Vovó Nadine é a melhor.
    Ri muito com ela.
    Adorei suas considerações!

    Beijos!

    Camila de Moraes.

    ResponderExcluir
  11. Oi! Confesso que pela capa não tinha despertado meu interesse, mas a resenha me cativou bastante.
    Bem legal a autora conseguir pegar algo clichê e não deixar ele clichê.
    Fiquei mega curiosa para saber o resultado dessa aposta.
    Beijo!

    ResponderExcluir
  12. Também não gosto muito deste tipo de capa. Em relação a triângulos amorosos, eu não me importo muito, vai depender mesmo da evolução de cada história. Já tenho este livro na lista, ao não sei quando vou conseguir ler.
    Bjs Rose

    ResponderExcluir
  13. Olaaa
    Tenho esse livro a algum tempo, ate curto a forma como o autor tem de tirar o triangulo e tals mas a capa podia ser melhor, mas que bom que gostou do livro. Espero gostar também.
    Beijos e boas leituras.

    ResponderExcluir
  14. Olá, tudo bem? Também odeio essas capas que fogem completamente do que o livro se trata. Tira o poder de divulgação que só uma capa mais certa pode fazer. Conhecia a história de nome, mas nunca procurei saber mais. É um clichê, mas bem escrito com certeza um ótimo livro. Dica mais que anotada <3
    Beijos,
    http://diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. Oie amore,

    Vamos começar por falar dessa capa linda.... e sua resenha me fez ficar bem tentada a ler viu!
    Juro que quando vi a capa de relance pensei no NS na hora rs!

    Beijoka!

    ResponderExcluir