03/08/2017

How I Met Your Mother: Afinal, quem foi a ''The One''?


Oi, gente!

É sabido que mesmo depois de mais de dois anos do series finale ainda há uma discussão sobre quem era a The One do Ted. Obviamente aqueles que odiaram o final defendem a Tracy e aqueles que adoraram defendem a Robin. Mas será que temos uma resposta para isso? Infelizmente, não inteiramente, porém podemos utilizar as pistas que a série deixou ao longo do caminho. Vamos lá?


Obs: Este texto foi feito considerando minhas percepções pessoais sobre a série e os comentários de amigos e usuários das redes sociais que compartilham do meu credo. Sinta-se convidado a dar sua opinião, contrária ou não!

Robin era a The One?


Uma das coisas que mais vejo ser comentada é: Robin é a The One, pois foi quem o Ted sempre quis. A série toda é baseada na história do Ted tentando conquistá-la. A mother foi apenas aquela que deu a ele os filhos que ele queria. 

Sério, gente? Então a mother foi só um útero? Vamos pensar direitinho antes de falar a favor da sua favorita!

O que quebra esse argumento? A série fala tanto da Robin apenas e exclusivamente porque o Ted estava tentando encontrar um jeito de mostrar aos filhos dele que ele precisava seguir em frente e que a pessoa escolhida era a querida tia Robin. Quer jeito melhor do que mostrando que ela era uma história inacabada? Ou seja, não é porque ele a amava demais e nunca a esqueceu, mas sim porque a história tinha um intuito, que era de fazer seus filhos aceitarem a possibilidade de ter uma madrasta. 

Tracy era a The One? 


Sim! E para argumentar isso posso usar um dos episódios decisivos para a trama: The Farhampton (8x01).

No início da oitava temporada vemos o Ted fugindo co ma Victoria do casamento dela. Mas o Ted não deixa que ela vá sem deixar um bilhete explicando ao Klaus sua história. Então, Ted vai lá entregar o bilhete e encontra o noivo também fugindo do casamento. E aí, temos um dos melhores diálogos da série:


Sabemos que o Ted só encontra a Tracy quando ele estava pronto e amadurecido para ela, assim como ela havia acabado de se tornar realmente livre para ele (naquela conversa final que ela teve com o seu falecido namorado, Max). Tracy e Ted foram apresentados como almas que se completavam. Queriam as mesmas coisas, gostavam das mesmas coisas e haviam vivido tudo que precisavam viver para se tornarem aquilo que os fez perfeitos um para o outro. 

Há pessoas que tentam usar Max como um The One da Tracy e que ela só ficou com Ted porque o outro faleceu. Essa última parte é verdade, mas eu não encaro o Max como um The One. Tivemos apenas um episódio que menciona ele. Não temos como concluir nada. Portanto, fico com as coisas que sei sobre T+T. Por tudo que sei, Max foi o Robin da Tracy ou um namorado muito bom que ela conheceu jovem demais. 

Continuando


Sabemos que o Ted se apaixonou instantaneamente pela Robin e que eles tiveram um divertido e bem vivido namoro de um ano, com alguns flashbacks pelos anos. Mas eles nunca quiseram as mesmas coisas. Ela, carrreira. Ele, família. Ela era sim uma ótima relação para o Ted, mas jamais seria capaz de dar as coisas que ele queria. Era uma relação fadada ao insucesso. Aí vem outra argumentação dos pró-Robin: HIMYM fala muito sobre a importância do tempo. Então eu digo:


Lebenslangerschicksalsschatz não é algo que se desenvolve com o tempo. Apenas é. Robin veio a ser algo que o Ted poderia se relacionar e ser feliz depois que teve a mother e seus filhos e viver o amor que ele queria. Mas caso ela não tivesse morrido, ela jamais o teria. Precisamos deixar claro aqui, ainda, que a Robin só quis o Ted quando ficou com medo de ficar sozinha. Quando o viu feliz com outra pessoa. E vem outra coisa: nesse mesmo episódio deixou-se implícito que Barney era o The One da Robin e vice-versa. 


Barney está nm táxi com Quinn, olha para a janela e parece estar pensando. Então vem essa cena aí de cima com a Robin. Para mim, não precisa falar mais nada. Mas ainda temos:


Ted pensa em Robin e Victoria e diz que ''acha'' que já sentiu isso. Então o Klaus deixa claro: se você não tem certeza, não sentiu. Lembre-se ainda que nesse episódio Robin estava apegada a Barney. 


Ted deixa claro a todos que sua Lebens, sua The One, foi a mother, sem sombra de dúvida. O episódio deixa por alto que Robin e Barney eram o par ideial. Então, para mim, o series finale ficou estranho e mal feito depois de termos um episódio explicativo, emocionante e bonito como esse. Não fica dúvidas para mim: Tracy e Ted, Robin e Barney e Lily e Marshall eram os casais certos. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário