07/03/2018

NETFLIX: FICA COMIGO


Título original: You get me
Diretor:
Duração: 89 minutos
Elenco: Halston Sage, Bella Thorne, Taylor John Smith


Sinopse

O filme conta a história de Tyler, que tem uma discussão com a namorada Ali e acaba nos braços da sedutora Holly. No dia seguinte, ele descobre que Ali o quer de volta e que Holly é a mais nova estudante de sua escola e está disposta a fazer de tudo por ele.



Lançado no meio do ano passado, Fica Comigo foi a aposta da Netflix no suspense juvenil. O filme conta a história de Tyler, que após uma discussão e término bobo com sua namorada, cai na balada e encontra Holly, uma garota encantadora e sensual. No dia seguinte e já próxima ao retorno das aulas, Tyler e Alison se resolvem e voltam a namorar. Mas Holly já estava obcecada por ele e decide se matricular na mesma escola que o casal. 


A partir daí começa a história da loucura de Holly. Ela se finge de boazinha e torna-se amiga de Alison, enquanto segue os passos de Tyler. Entre tomadas com alguns sustos e uma leve tensão no ar, Holly vai mostrando seu verdadeiro eu. E ela é capaz de tudo para ter Tyler para si.

Era uma história que prometia muito, mas acaba caindo no clichê de filmes como Colega de Quarto, em que a responsabilidade das ações do antagonista cai numa pretensa doença mental. Só por uma vez eu gostaria de ver um filme que ousa em trazer um personagem que é apenas mal, não esquizofrênico. 



De qualquer forma, as atuações são bem convincentes, apesar do roteiro fraco e previsível. Bella Thorne já é meio louca mesmo, então não foi nada difícil para ela passar isso a sua personagem. Linda, doida e sedutora, ela rouba a cena que já era dela mesmo.

Halston Sage é uma ótima surpresa. Amei ela em Antes que eu vá e a personagem desse filme é totalmente diferente de Alison, que apesar de sem graça, demonstra a versatilidade da atriz. Ela me convenceu nas duas.

Taylor passa o filme todo com cara de coitado atormentado (sendo que tem culpa no cartório, né), então é bem difícil gostar dele ou ver o nível de atuação. Os outros personagens são muito pouco utilizados e servem só para ser vítimas da Holly e fixar sua atitude de perturbada. 



A fotografia é outro ponto forte (entre os poucos) do filme. As cenas de Holly tem um filtro que demonstram sua bagunça interior ou sua intenções. As cenas que precisam ser tensas ficam bem climatizadas e as cenas exteriores, mostrando as paisagens de L.A. são coloridas e vivas, exaltando, acho eu, a juventude dos personagens. 

No geral, Fica Comigo é um filme interessante, que cumpre seu papel de entreter, mas não entrega nada além do que diz a sinopse. Eu esperava mais, mas ao menos não me arrependi de ter assistido. Vale a pena para sentar e ver numa tarde ociosa. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário