11/03/2018

Resenha: O Segredo dos Elfos





Título:
O Segredo dos Elfos
Autor: Paula Pagliarini
Editora: Novo Século - Novos Talentos da Literatura Brasileira
Páginas: 264
Ano: 2015
Onde comprar: Submarino / Saraiva / Amazon 




A cor de seus olhos define quem você é, suas habilidades, seu destino

Sinopse: Antes de ser incorporada em uma das frotas do reino de Alfheim, Anabel, uma jovem guerreira elfo, precisa passar por um teste e, ao fim do teste, um portal mágico se abre, revelando uma maldição e uma espada lendária há muito tempo perdida. Com a guerra iminente contra os trolls, Anabel parte para Quimera, o reino dos homens. A guerreira precisa lidar com o ódio do rei de Alfheim e com o amor do príncipe. No entanto, tudo muda quando ela conhece um belo elfo com os cabelos cortados e olhos profundamente azuis-marinhos e a história da espada é desvendada, assim como a origem de Anabel, até então desconhecida. Perante a guerra, um novo vilão é revelado, alguém que faria qualquer coisa para mudar o destino de Anabel. A habilidosa guerreira precisa escolher entre a vida que conhece e a vida que poderia ter se decidisse ficar com o incrível elfo de olhos azuis. 



Em um mundo mágico de elfos e humanos, onde há vários reinos, conheceremos o reino de Alfheim, onde a protagonista, Anabel, nasceu e desenvolveu suas habilidades como uma brilhante guerreira. No reino, os elfos possuem cabelos compridos, e ao nascerem a cor de seus olhos é o que definirá o que será quando adulto. Olhos acinzentados, são os da realeza, olhos violeta, lordes que auxiliam no governo, olhos azuis, o poder do conhecimento e da cura, olhos verdes, os guerreiros e olhos castanhos, se designam aos artesãos.

Anabel forá adotada por Ramiel e Theiliel, mas sem saber que seus verdadeiros pais eram um casal proibido às regras do reino. Ela cresceu feliz com seus pais adotivos e seu irmão, Azazel, além de seus melhores amigos Uriel e Debiel. Antes de completar 18 anos, Ana passaria por um teste para se tornar uma guerreira. Dependendo do resultado se enquadraria em alguma tropa do reino,sendo elas: Tropa da Água, Tropa do Falcão, Tropa do Gavião e Tropa da Fênix.




Ao final do teste um portão mágico se abre, apenas para Anabel, ela foi a escolhida para carregar uma espada mágica. Ana se sai bem no teste e dali em diante tinha que manter segredo sobre o que acontecera e sobre a espada, que sendo mágica, poderia ter a forma da espada comum que ela usava.

Os elfos estavam em guerra contra os Trolls, monstros gigantes de aspecto horrendo e fortes, e tiveram que partir para Quimera, o reino dos homens. No meio da viagem Anabel conhece um lindo elfo de olhos azuis-marinhos e cabelo curto. A história da espada é revelada e sem saber, Ana se apaixonará por esse elfo, Gabriel. Durante a batalha contra os Trolls, uma perda abala a garota e dali em diante algo inesperado acontece e alguém se torna um vilão sem escrupulos e piedade. Na volta para seu reino Ana se vê presa em um quarto na torre do castelo e é obrigada a agir como se estivesse feliz para não perder mais pessoas de quem ama.





A dor rasgava meu peito e a culpa corroía meu coração. Contudo, precisava deixar o passado para trás.




Podemos notar críticas a forma que somos impostos às regras da sociedade; notamos o reconhecimento feminino por práticas consideradas masculinas, além de trazer um romance nada meloso, mas sim, com mais confiança e companheirismo nos momentos difíceis, justamente para relacionarmos com a realidade.

Sobre o livro, comprei ele em uma feirinha de livros nacionais, me chamou atenção justamente por ter "elfo" no nome, adoro histórias relacionadas com isso, além do gênero fantasia. É uma leitura que fluí de forma rápida e tranquila. O livro é pequeno e de rápida absorção. A trama é bem trabalhada, trazendo personagens secundários que em dado momento se ligam a história passada. A cada capítulo somos surpreendidos e podemos criar uma boa imaginação referente aos cenários, as cenas e aos personagens.  O final me surpreendeu, não esperava que acontecesse o que aconteceu. Super indico por ser uma história boa e rápida de ler e gostar.



Sobre a autora: 


PAULA PAGLIARINI, nasceu em 1989. Uma gaúcha, graduada em Psicologia, mora em Passo Fundo, uma cidade do Rio Grande do Sul. Quando criança sua paixão pelos livros de fantasia foi incentivada pelo avô ao adquirir um exemplar de Harry Potter e a Pedra Filosofal. O forte sentimento de que poderia tornar a magia real a levou a alimentar o sonho de escrever e dar vida aos personagens que criava apenas em sua imaginação. A realização aconteceu através da primeira obra: O segredo dos elfos. As páginas e os personagens iam ganhando vida entre um chimarrão e outro e a obra nada mais é, do que a concretização deste sonho.


Espero que tenham gostado ^^
Beijos

2 comentários:

  1. Olá
    Eu li esse livro a algum tempo e acho simplesmente incrível. Pra mim, é um dos melhores livros de fantasia nacional contemporâneo. E o melhor é que ele terá continuação. Estou tão animada.

    Vidas em Preto e Branco

    ResponderExcluir
  2. Olá
    Ele realmente é muito bom! Não vi sobre a continuação na verdade, mas é muito bom saber. :D

    ResponderExcluir